Gatilhos mentais – Como convencer seu cliente a comprar um pacote de viagens? | Parte II

 Em Marketing, Relacionamento

01_04.fw

Já falamos aqui no blog sobre gatilhos mentais e como eles podem ajudar a alavancar as vendas da sua agência de viagens. Você pode conferir o texto na íntegra clicando aqui. Resolvi fazer uma continuação para esse artigo, já que citei apenas três gatilhos e há inúmeros que podem ser úteis para sua empresa de turismo. Vamos conhecer mais alguns gatilhos então?

 

Relembrando: o que são gatilhos mentais?

Gatilhos mentais são técnicas de persuasão, que quando são relacionadas a instintos emocionais e sociais levam nosso subconsciente a tomar determinada decisão.

Pesquisas já comprovaram que as pessoas tomam decisões usando seu lado emocional e justificam a escolha com a razão, por isso os gatilhos mentais funcionam!

 

Como já dissemos anteriormente, lembre-se sempre que persuasão e manipulação são coisas diferentes. Enquanto a persuasão incentiva a tomada da decisão, mostrando que aquela é a melhor opção, a manipulação induz a ação a ser tomada sem certeza alguma, algumas vezes até mesmo contra a a própria vontade. Você deve persuadir seu cliente, e não manipulá-lo! Além de perder toda a credibilidade, o cliente poderá ficar muito insatisfeito (e com toda razão, né?), com o poder do compartilhamento de informações que as redes sociais nos permitem, um feedback negativo pode repercutir e muito!

 

Gatilho da antecipação

Sabe quando você assiste um trailer de um filme e fica extremamente empolgado para a sua estreia? Ou quando você está vendo o último episódio da temporada de sua série favorita e ele acaba num momento surpreendente e você não consegue controlar a ansiedade, mas tem que esperar alguns meses até que o seriado saia do hiatus?

 

Esse é o famoso gatilho da antecipação! Ele é poderoso exatamente por mexer com as nossas expectativas para o futuro, a ponto de ficarmos tão ansiosos que não conseguimos pensar em outra coisa!

 

Uma boa maneira de usar o gatilho de antecipação na sua agência de viagens é no lançamento de alguma novidade, seja um novo pacote de viagens, uma nova promoção, uma nova vantagem etc. Aos poucos vá divulgando informações e dicas sobre a novidade em seu site, redes sociais etc. Isso com certeza irá deixar seus clientes curiosos sobre o que sua empresa estará oferecendo de novo.

 

Gatilho relação Dor x Prazer

As pessoas se guiam pela lógica, visando afastar a dor e obter prazer. Até aí nenhuma novidade, mas você sabia que as pessoas preferem afastar preocupações do que ter satisfação? Isso porque ficamos mais confortáveis ao saber que nossos problemas então sendo evitados, que consequentemente traz uma sensação de mais conforto.

 

Um exemplo muito simples desse gatilho mental pode ser um comercial de refrigerante, onde você se vê num ambiente de muito calor e com muita sede, ou seja, primeiro são apontados os  aspectos negativos. Aí então é oferecido o refrigerante, super gelado, refrescante e matando a sua sede, que trazem a sensação de prazer. Notou que primeiro são mostrados os problemas e depois a solução?

 

É isso que você deve fazer na sua agência de turismo! Use o gatilho mental da Dor x Prazer apresentando primeiro problemas cotidianos que o público-alvo costuma passar. Cite toda a parte negativa que o cliente enfrenta e que será evitado com o produto que você está oferecendo para depois apontar as vantagens que ele irá acrescentar.

Storytelling

Como o nome já sugere, Storytelling se refere a contar histórias. Desde a antiguidade, contar histórias é uma maneira que as pessoas tem de se comunicar uma com as outras, passar seus conhecimentos, visões e emoções.

O objetivo do Storytelling no marketing é fazer com que a pessoa que está assistindo/ouvindo/lendo se emocione com a história e se sinta parte dela, e a partir disso, criar um vínculo da empresa/produto com o consumidor. Vemos isso constantemente em comerciais, as vezes um simples perfume é o objeto chave para aproximar um casal de namorados, por exemplo. Depois de assistir a essa propaganda, o consumidor ao comprar o perfume não está comprando somente o produto, e sim toda a emoção que ele viu no comercial. Entendeu a ideia?

Para usar o Storytelling na sua agência de viagens, é essencial que você conte uma história única e criativa, que faça uma conexão emocional e pessoal com o seu público-alvo.

Não há uma regra quanto ao meio que sua história irá veicular, pode ser por meio das redes sociais, vídeos, artigo em blog etc.

Por hoje é isso! E você, já usou algum desses gatilhos mentais na sua agência de viagens?

Deixe sua opinião nos comentários!
Abraços e até a próxima! :)

Artigos recomendados

Deixe um comentário