Linkedin: 6 dicas para explorá-lo ao máximo em sua agência de viagens

 Em Marketing

Linkedin_6_dicas_para_explora_lo_ao_maximo_em_sua_agencia_de_viagens

Ter a chance de alcançar um mercado com 15 milhões de pessoas sem a necessidade de grandes investimentos é uma ótima possibilidade de negócio. Assim deve ser encarado o Linkedin por quem quer garimpar clientes para sua agência de viagens online (OTA). Garantir o sucesso nessa empreitada exige alguns cuidados e agora você vai aprender dicas valiosas para tirar proveito dessa valiosa rede social. Confira!

Analisando o público

Quem são seus clientes? Você consegue identificar onde eles estão? Responder essas duas perguntas contribuem muito para você fazer sua OTA manter um bom nível de vendas. Além disso, através dessa segmentação fica muito mais fácil encontrar o seu público no Linkedin, uma rede social composta basicamente por profissionais de diversas áreas.
Tente identificar na sua carteira de clientes quais as profissões mais comuns, procure também conhecer interesses pessoais. Não descuide do sistema de gerenciamento da sua OTA para mantê-lo sempre atualizado e alimentado. Se sua empresa precisa de modernização, invista em programas que garantam um bom controle das informações. Em posse desses dados, pesquise no Linkedin pessoas e grupos que tendem a se interessar pelos seus produtos e produza um conteúdo atrativo, não comercial e interessante para aquele público.

Garantir acesso

O Linkedin só permite troca de mensagem e acesso para quem tem um perfil cadastrado. Faça seu cadastro, complete os campos com os dados da sua empresa, todos os produtos que podem ser oferecidos e ressalte as principais habilidades que você possui. Depois do perfil ativo, procure clientes antigos e recorrentes e os convide para endossar suas habilidades. Como em qualquer rede social, mantenha publicações com certa rotina sobre o tema da sua agência, pacotes especiais, notícias sobre a importância de viagens para profissionais que dependem de um tempo para recarregar as “baterias”. Seguir esses passos cria um relacionamento com os seus seguidores do Linkedin e ainda atrai outros.

Crie uma página da agência

Assim como o Facebook, o Linkedin também permite que empresas tenham páginas corporativas. Isso demonstra profissionalismo, conhecimento e preparo. Portanto, crie uma página bem estruturada, com conteúdo relevante e uma boa identidade visual.

Como acertar no grupo de discussão do Linkedin

O Linkedin permite que os usuários criem grupos de discussão. Eles são um ótimo propulsor para gerar clientes e os fidelizar. O único ponto negativo é criar grupos à revelia, que não geram qualidade nas informações fornecidas e inundar as postagens com propagandas. O efeito dessa atitude é afastar o consumidor. Com a identificação do público-alvo da sua OTA, pesquise pessoas que se assemelham àquele perfil e tome nota dos grupos que elas participam e que tipo de postagens são feitas. Se for entrar em um grupo, verifique a política e se é permitido fazer propaganda de algum produto ou serviço ou mesmo escrever o nome de uma empresa na postagem.

Oferecer conteúdo interessante

Se sua OTA possui um blog ou o seu site tem material informativo e útil, suas postagens tanto no próprio perfil, como no grupo de discussão podem conter links. Apenas atente-se que no caso de colar links às suas postagens, é preciso pensar nesta mensagem como uma chamada muito atrativa, capaz de fazer o leitor ter vontade de clicar. O que nunca pode ser feito no mundo virtual (isso se repete também no mundo real) é prometer muito nas suas chamadas e não cumprir com o conteúdo oferecido por meio do link. Essa situação é analisada negativamente pelos usuários e afasta os clientes.

Individualizar contatos

Apesar da distância natural que a internet impõe, tudo o que as pessoas não querem é ser tratadas como mais uma. Ao utilizar o Linkedin como uma ferramenta para captação de clientes, consolidação da marca da sua agência de viagens e, porque não, criar um networking com outras agências viagens e até mesmo firmar parcerias, mantenha o direcionamento das mensagens com foco pessoal. Se for enviar uma mensagem em um grupo, deixe claro como aquele assunto é interessante e tem relação com cada membro. Só se consegue isso entendendo bem as demandas dos participantes do grupo. Ao escrever mensagens individuais, sempre mencione o nome de quem você está falando para tornar o assunto mais pessoal. Imagine esse contato como sendo um atendimento face a face.

Todo esse trabalho gera resultados depois de um determinado tempo de atuação. Por isso, não se desespere no início da divulgação. É preciso manter constância nas mensagens e avaliar os resultados esporadicamente. Garanta também a possibilidade de ter recursos automatizados na sua agência para obter informações dos seus clientes.
E você, já está no Linkedin? Tem alguma dica interessante para utilizar essa rede social? Comente!

Artigos recomendados

Deixe um comentário

como ter um blog de sucesso