Os 7 erros mais comuns das agências de turismo

 Em Agência de Viagens

Os_7_erros_mais_comuns_das_agencias_de_turismo

Cometer um erro na gestão de uma empresa não faz parte dos desejos de um empreendedor, mas é quase inevitável. Acontece com você e também com o seu concorrente. Porém, o que agrava o tropeço é a realidade do mercado em que você se encontra e, quando a concorrência é voraz, a falha pode ter um preço alto. O mercado das agências de turismo não foge a essa regra. Contudo, é possível minimizar os erros mais comuns, aprendendo com eles mesmos ou, preferencialmente, com o que você observa entre os demais players.

Por isso, selecionamos os 7 erros mais comuns cometidos pelas agências de turismo para que você esteja municiado para evitá-los ou virar o jogo. Confira!

Não trabalhar o nicho de mercado

É preciso sair do comodismo do “oceano vermelho”, deixando de somente vender pacotes de viagem, para ir rumo ao “oceano azul”, oferecendo experiências inesquecíveis ao seu consumidor. Para isso, analise as brechas que seus concorrentes não estão atentos, avalie o que os clientes que o procuram estão em busca, esteja atento aos destinos mais procurados, mas também aqueles pouco escolhidos – há quem prefira ir para locais pouco conhecidos para vivenciar uma viagem “única”. Isso é uma ampla oportunidade de negócio.

Mergulhar no perfil do cliente: conhecê-lo, entender os interesses e as expectativas do que ele almeja contribuirá para prestar um serviço mais completo. Esse diferencial é também uma excelente forma de fidelizá-lo à sua agência de viagens. Afinal, quem está satisfeito sempre volta.

Falta de inovação

Competitividade gera mudanças e a tendência é que, quanto maior a briga por uma fatia do mercado, mais novidades surgirão. É com inovação que uma agência de turismo encontra um caminho para se destacar dos concorrentes. Hoje existem softwares preparados para fazer isso. Como? Dinamizando as vendas, ajudando na prospecção, atendimento e relacionamento de clientes, além de munir os agentes com informações valiosas sobre o consumidor para aumentar a capacidade de vendas e as propostas mais direcionadas à demanda. Se você está preso no passado ou acha que não sabe bem quais as novidades na área de inovação, talvez esteja cometendo o 3º pecado. Erros como esse podem custar a perda de clientes, falta de capacidade de atendimento, estagnação e, consequentemente, a dificuldade financeira.

Não adaptar os processos às novidades de gestão

Administrar um negócio exige dinamismo. Saber aproveitar as ferramentas disponíveis para criar uma gestão prática e eficiente faz toda a diferença tanto para a produtividade de seus agentes de viagem quanto para uma melhor visão sobre o seu mercado. Analise o tempo que precisa para acompanhar as vendas, identificar os altos e baixos, o volume de saída. Se você tem mais papéis que números para consultar e não consegue respostas em tempo relativamente curto, repense sua realidade. Sistemas informatizados ajudam no tempo de resposta dessas análises e criam a oportunidade de você focar nos gargalos. Além disso, com o auxílio da tecnologia é possível orientar melhor sua equipe de vendas, trabalhar os pontos fracos e monitorar a evolução das decisões tomadas.

Não personalizar a venda devido a falta de informações

Se um cliente chega à sua mesa, informa o que ele quer e diz que precisa de um orçamento “apenas para ter ideia de valores”, parece ser fácil anotar os valores no seu bloco de notas e entregar a ele. Contudo, quando esse potencial consumidor retorna à sua agência semanas depois, é mais complicado lembrar quais eram os valores, os orçamentos e até mesmo o que ele havia solicitado com detalhes: uma falha que pode custar o sucesso da venda.

Padronizar esse processo significa criar uma base de dados de clientes. Ter um histórico deles vai ajudar o seu consultor a entender melhor o perfil de quem será atendido, saber os valores cobrados anteriormente, descontos concedidos, peculiaridades solicitadas e, assim, ganhar a lealdade desse cliente.

Falta de capacitação dos agentes de viagem

Veja que o cenário de sucesso das agências é diferenciar-se da concorrência para mergulhar em um oceano azul. O jeito especial de atender o cliente pode render a posição de destaque com liderança de mercado e fidelização. É o seu time de vendas que será o responsável por atingir esse padrão singular. Uma equipe de consultores vai buscar compreender as necessidades do cliente e oferecer mais do que ele pediu, demonstrando interesse em transformar uma viagem em uma grande experiência. Por isso, invista na capacitação de seus funcionários.

Escorregar na agilidade do atendimento ao cliente

Como anda o tempo de resposta para o cliente que pede orçamento? Não tropece no pecado de ser lento ao atender sua clientela e evite que eles cobrem você sobre preços que haviam sido solicitados. A eficiência é um grande diferencial de vendas. Esse tipo de erro costuma ocorrer às agências de turismo que dependem muito de processos manuais, o que consome mais tempo do seu agente de viagens para checar informações e atendê-lo com excelência. Enquanto isso, você dá margem ao cliente, que está inclinado a fechar a compra do serviço, para pensar melhor – o que pode significar desistência ou mesmo a compra com a concorrência. A agenda lotada das pessoas cria também a exigência de tomar decisões mais rápidas, por isso não é ideal que a agência seja culpada por atrasar a vida do cliente.

Esquecer o trabalho de pós-venda

O pós-venda serve para converter novos pacotes a estes clientes e até mesmo a indicação de sua agência. O cliente tende a tirar férias todos os anos, ele tem amigos, parentes e vai sugerir empresas que sejam de sua confiança. Fazer um pós-venda eficaz faz parte do processo para não perder quem já confiou na sua agência. Lembre-se que adquirir novos clientes custa significativamente mais caro que mantê-los. Como você pôde observar, os erros mais comuns das agências de turismo estão relacionados à falta de capacitação e inovação nos processos das agências. Cuide da eficiência do seu negócio para captar, converter e fidelizar clientes para se destacar no mercado e garantir bons resultados!

E você, identificou algum desses erros na gestão de sua agência de viagens? Assine nossa newsletter e receba dicas para alavancar o seu negócio!

 

Artigos recomendados

Deixe um comentário