Procrastinação: Como evitar que ela atrapalhe sua produtividade?

 Em Marketing

11_05 II.fw

Sabe quando você tem um projeto para entregar na sexta-feira, mas ainda é segunda e vem aquele pensamento: “poxa, mas ainda tenho alguns dias para fazer, vou deixar para amanhã!” e quando se dá conta já é quinta-feira e tem que correr para finalizar? Esse é o famoso e conhecido hábito da procrastinação, que pode parecer algo inocente e que não irá te prejudicar, mas quando você percebe já virou parte de sua rotina. No post de hoje vamos conhecer melhor esse vilão chamado procrastinação e aprender como combatê-lo!

 

Mas por que procrastinamos?

Um dos principais motivos de procrastinarmos alguma atividade é quando temos que fazer algo que não gostamos ou que não estamos com muita vontade. Afinal, para que escrever um relatório se há tantas outras coisas legais para se fazer? E é assim que acabamos deixando para depois atividades importantes, que são feitas aos 45 do segundo tempo, e algo que deveria sair impecável acaba tendo uma qualidade bem abaixo do esperado.

É importante entender que não somos máquinas, e a procrastinação quando feita casualmente não atrapalha de forma significante, mas quando se torna um hábito diário pode trazer muitos problemas em questão de produtividade, portanto fique atento se ela já se tornou parte de seu dia-a-dia.

 

Por que a procrastinação pode fazer mal?

Como explicamos, adiar uma tarefa alguma vez ou outra, quando você percebe que não vai ter tempo de terminá-la naquele dia, por exemplo, pode ser aceitável e não irá afetar o seu rendimento, mas quando se torna um hábito frequente isso pode fazer muito mal. Além de diminuir drasticamente a sua produtividade, o hábito de procrastinar pode aumentar o seu nível de estresse, o que irá deixar seu sistema imunológico mais fraco.

Além disso, a procrastinação traz junto a sensação de culpa, quando você não consegue entregar um projeto ou o entrega abaixo da qualidade esperada, e com isso, é possível até desenvolver crises de ansiedade.

 

Criando hábitos para você evitar a procrastinação

O primeiro passo para evitar a procrastinação não é nenhum segredo: a força de vontade.

Você pode não se considerar um “procastinador”, mas vamos a situações corriqueiras: alguma vez você já tentou fazer uma dieta mas sempre alguém te oferecia um doce? Quando você acabou de começar, é bem mais fácil recusar a tentação, afinal, você está engajado para ter bons resultados! Mas com o passar dos dias fica mais difícil se manter na dieta, não é mesmo? E ela acaba sendo prorrogada para a próxima semana, e para a outra…

 

Outra situação muito comum: as tradicionais promessas de ano novo. Prometer começar academia, se dedicar a um novo curso… quantas saíram do papel e realmente foram executadas?

E aí, se identificou com algum dos casos? Garanto que você não foi o único!

 

Mas até quando a sua  força de vontade de vontade vai?

Roy Baumeister a fim de conhecer mais a fundo até onde vai a determinação fez um estudo: algumas pessoas foram colocadas em uma sala onde havia uma bandeja de cookies e outra com rabanetes, mas apenas algumas delas podiam comer os cookies.
Depois disso, as mesmas pessoas que estavam na salas foram instruídas a montar um difícil quebra-cabeça. Aqueles que tiveram que resistir aos cookies desistiram mais rápido de montar o quebra-cabeça.

 

Ou seja, já é comprovado que a força de vontade tem um certo “limite”, então chega  um ponto onde ela não vai funcionar mais.

Então além da força de vontade, aqui vão algumas dicas para evitar a procastinação:

 

  • Crie uma rotina,
  • Se dê uma recompensa sempre que cumprir um objetivo,
  • Peça a ajuda de amigos para te supervisionar e assim manter o foco,
  • Tenha um checklist com todas as tarefas do seu dia,
  • Não deixa coisas para amanhã.

 

E você, o que faz para evitar a procrastinação?

Deixe sua opinião nos comentários!

Abraços e até a próxima. :)

Artigos recomendados

Deixe um comentário